Penas Altenativas à Prisão divulgadas aos reclusos

O Ministério da Justiça e a Procuradoria Geral da Republica visitaram hoje as cadeias de Dlhavela e Central de Maputo para informar aos reclusos sobre as penas alternativas a prisão. O governo considera que se as penas alternativas fossem aplicadas hoje mais de 4 mil reclusos sairiam da prisão. As visitas as cadeias, femininas de Dlhavela e central de Maputo, estão inseridas na semana Nacional da legalidade. Objectivo é divulgar as penas alternativas á prisão aprovadas pelo código Penal e que  podem beneficiar 30% da actual população prisional. O sector da Justiça esteve representado pelo Vice-Procurador Geral da  Republica, e Secretario permanente do Ministério da Justiça e quadros do serviços Penitenciários. A novidade foi passada aos reclusos através de uma palestra.

Equipa do Infromoz

Infromoz é o seu Portal de notícias, entretenimento, moda música, videos tutoriais e publicidades. O nosso objetivo é deixar o publico bem atualizado com as últimas notícias vídeos e muito mais.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *