2 Homens Armados da Renamo mortos em Bárué

2 Homens Armados da Renamo mortos  em Bárué

A Polícia da República de Moçambique (PRM) abateu dois homens armados da Renamo, o maior partido da oposição no país, que foram surpreendidos na madrugada desta segunda-feira a tentar sabotar uma ponte ao longo da Estrada Nacional Número sete (EN7), no posto de Honde, distrito de Báruè, na província central de Manica.

Ambos faziam parte de um grupo de homens armados que durante a noite mobilizou a população para destruir a referida infra-estrutura com o objectivo de interromper o trânsito rodoviário ao longo da EN7.

O comandante provincial da PRM em Manica, Armando Canheze, num breve contacto com a reportagem da AIM, na cidade de Chimoio capital provincial, disse que as Forças de Defesa e Segurança (FDS) destacadas para manter a ordem no terreno foram advertidas sobre o plano da Renamo, pelo que trataram de neutralizar imediatamente os malfeitores.

Na tentativa de repor a ordem, houve uma troca de tiros, tendo as FDS alvejado mortalmente dois membros do grupo.

“É verdade. Abatemos dois homens que, na companhia de outros colegas seus, tentaram sabotar a ponte ao longo da EN7, concretamente na zona de Honde. Os mortos foram apanhados com duas armas de fogo. Um é jovem e outro adulto”, explicou Canheze, para de seguida acrescentar que decorrem patrulhas para neutralizar outros integrantes do grupo.

Este incidente acontece um dia depois de, no mesmo troço, homens armados da Renamo terem aberto um buraco cobrindo toda a largura daquela estrada, que liga Manica a província de Tete, para inviabilizar a circulação de viaturas. Na ocasião incendiaram dois camiões cavalo, uma viatura ligeira e feriram um cidadão.

Entretanto, a porta-voz da PRM, Elcidia Filipe, disse que o trânsito rodoviário na EN7 foi restabelecido na tarde de domingo.

“Ontem (domingo) mesmo as viaturas voltaram a circular na EN7. Houve um trabalho para tapar a cratera. Podemos dizer que já se pode passar. A segurança está garantida ao longo da via”, asseverou Filipe, que falava hoje em Chimoio.

Referiu que as FDS vão continuar a conduzir operações de patrulha para garantir a ordem ao longo da EN7 e neutralizar os malfeitores para a sua responsabilização criminal.

AIM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *