Confira as vagas disponíveis na EDM (07 de Agosto de 2018

A nossa empresa, Electricidade de Moçambique, E.P. (EDM), foi criada com a missão de produzir, transportar, distribuir e comercializar energia eléctrica, a nível nacional e internacional, em nome do Governo de Moçambique.A EDM também tem a responsabilidade de planificar, gerir e executar as actividades e projectos necessários que garantirão aos cidadãos e residentes que desfrutem de energia de forma ininterrupta. O Governo de Moçambique declarou a Energia como uma das quatro principais prioridades da estratégia de desenvolvimento do País. Portanto, a EDM assume um posicionamento central e fundamental no desenvolvimento do País.
Apenas 26% da população do País tem acesso à eletricidade. No entanto, existem ainda 4 milhões de famílias que não beneficiam de energia eléctrica e o objetivo é assegurar o acesso universal até 2030. Esta nova visão exige uma mudança na estratégia e no foco, tanto pelo Governo de Moçambique como, sobretudo, pela EDM.
O actual Presidente do Conselho de Administração assumiu o cargo em Dezembro de 2015 e, neste momento, a EDM está a passar por uma transformação, por meio de um processo de mudanças profundas e radicais, destinadas a direcionar a Empresa para um nível totalmente diferente em termos de eficiência e eficácia. A EDM iniciou uma ambiciosa agenda de transformação como um pré-requisito para enfrentar os desafios do cumprimento das suas obrigações tanto para o Governo, como para o público em geral em Moçambique. Estamos agora a lançar as bases para um esforço significativo e deliberado em direcção à nossa ambição final (ou seja, alcançar o acesso universal e tornar Moçambique um polo energético na África Austral).
A EDM tem como objectivo fornecer energia eléctrica de forma ininterrupta aos cidadãos e residentes de Moçambique (indivíduos, comunidades, empresas, etc.) e alcançar o acesso universal à energia eléctrica até 2030.
Um dos grandes projectos na transformação em curso na Empresa é “Projecto de Desenvolvimento da Central Termoeléctrica de Ciclo Combinado a Gás de Maputo de 106 MW
Este projecto surge para responder ao constante crescimento da demanda de energia eléctrica que se tem registado no País nos últimos anos e visa melhorar a qualidade e fiabilidade no seu fornecimento, em particular, na Cidade e Província de Maputo. A Electricidade de Moçambique, entidade implementadora, assegurou em Janeiro de 2014, através do Governo de Moçambique, junto do Governo do Japão e sua Agência de Cooperação Internacional – JICA, o financiamento concessional para o desenvolvimento de uma Central Termoeléctrica de Ciclo Combinado a Gás, na Cidade de Maputo, com capacidade de 106 MW.
A Central será composta por equipamentos principais, como, dois geradores accionados por duas turbinas a gás que queimam gás natural proveniente de Temane e Pande, acopladas a duas caldeiras de recuperação do calor dos gases de escape (HRSG), um gerador accionado por uma turbina a vapor, um condensador refrigerado a ar e diverso equipamento auxiliar.
A consultoria e fiscalização está a cargo do consórcio japonês TEPSCO & OC Global e a obra de empreitada do consórcio japonês Sumitomo & IHI.A construção da central iniciou em Fevereiro de 2016 e entrará em operação comercial em Agosto de 2018.
Assim, para a operacionalização deste projecto, pretende-se preencher as seguintes posições:

 

  1. Vaga Para Técnico De Operação E Manutenção
  2. Vaga Para Técnico De Gestão De Armazéns
  3. Vaga Para Técnico De Operação E Manutenção Electrica
  4. Vaga Para Técnico De Suporte Operacional & Estatística
  5. Vaga Para Técnico De Manutenção Químico
  6. Vaga Para Engenheiro Químico
  7. Vaga Para Engenheiro Mecânico
  8. Vaga Para Engenheiro Electrónico
  9. Vaga Para Técnico De Análise De Dados.

Boa sorte!

Gostou das vagas? Então curta e compartilhe com os amigos e deixe seu comentário

Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *