O Novo relatório da UNCEF

Loading...
Metade das crianças e Moçambique não terminam o ensino  primário. O relatório da UNICEF foi na lançado na semana passada e refere-se no ano passado os dadas indicam cada 4 crianças que frequentam ensino primaria apenas duas e que terminem a formação as razoes do abandono escolar prende-se pela fraca qualidade do ensino primário, que se reflecte  no inicio tardio das aulas, encerramento demasiado sedo das aulas, assim como logo período das ferias, A pobreza também e um factor que afasta as crianças da escola,  na medida em que são obrigado a realizar trabalhos domésticos ou   trabalhar para sustentar as famílias.  As tradições também  pode funcionar,  os casamentos prematuros, ritos de iniciação de rapazes e raparigas, tendem influencia negativamente as de frequência do ensino primário  estima se que cada uma das rapariga casa-se antes dos 18 anos de idade .A província de Zambézia tem as taxas mais altas de mortalidade, de crianças de 0 a 5 anos as taxas mais baixas  de registo de nascimento, ao invés de partos institucionais o relatório da UNICF defende o reforço no investimento das crianças com objectivo de um desenvolvimento equitativo e redução da pobreza. Em Moçambique existem 12 milhões crianças que corresponde  cerca de 52 porcento da população do pais.
Em 2011 estavam  inscrito 5 milhões de alunos o que representava um  aumento 48 % o numero das  escolas que  dão  6 e7 classe triplicou e o número de professores duplicou entre 2004 e 2011

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *