Mcel, assinou recentemente, um memorando de entendimento com o Instituto Nacional da Juventude

Loading...

Com vista a massificar o uso dos serviços financeiros básicos no seio da população moçambicana, a Carteira Móvel, uma empresa participada pela mcel-Moçambique Celular, assinou recentemente, um memorando de entendimento com o Instituto Nacional da Juventude, através do qual disponibiliza a sua plataforma para a criação de contas de Pequenas e Médias Empresas (PME), para efeitos de pagamento dos empréstimos aos jovens beneficiários de diversas iniciativas desta entidade.

Ainda à luz deste memorando, o Instituto Nacional da Juventude poderá usar o portal de Super Agente para a gestão da cadeia de pequenos empreendedores envolvidos no negócio de moeda electrónica da Carteira Móvel.

Igualmente, os jovens beneficiários do Fundo de Apoio às Iniciativas Juvenis e do Pró-Jovem, implementados pelo Instituto Nacional da Juventude, poderão ter acesso a todos os produtos e serviços da Carteira Móvel como complemento às suas actividades correntes.

Para Abubacar Chutumia, Presidente do Conselho de Administração da Carteira Móvel, a assinatura deste memorando de entendimento constitui um passo importante rumo à inclusão financeira dos cidadãos, em particular os jovens beneficiários das iniciativas do Instituto Nacional da Juventude.

“Os jovens, onde quer que estejam, poderão ser utilizadores ou provedores dos serviços da Carteira Móvel, contribuindo para que mais cidadãos tenham acesso aos serviços bancários, que é uma das apostas do nosso Governo”, disse o Presidente do Conselho de Administração da Carteira Móvel.

Mais adiante, Abubacar Chutumia realçou o facto de este ser o primeiro memorando de entendimento que a Carteira Móvel assina com uma instituição pública, “o que poderá impulsionar as outras a apostarem neste tipo de serviços”.

Por seu turno, o Director-Geral do Instituto Nacional da Juventude, Rui Mapatse, considera que este acordo irá contribuir para a promoção do empreendedorismo no seio dos jovens e inclusão financeira dos cidadãos.

“O serviço Mkesh é uma ferramenta que irá ajudar a consolidar o programa de educação financeira, uma componente de formação dos jovens beneficiários dos fundos do Instituto Nacional da Juventude e parte integrante para o sucesso dos empreendedores”, afirmou Rui Mapatse.
Fonte: Jornal Noticias

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *