Polícias sul-africanos culpados pela morte de Mido Macia condenados a 15 anos de prisão

Loading...

Voz trémula, lágrimas nos olhos e comoção tomam conta de Biúda Mazive quando recorda o fatídico 27 de Fevereiro de 2013. Afinal, foi nessa data que recebeu a notícia “Mido faleceu!”.

Desde então, dúvidas, sofri­mento, duplo papel (mãe e pai), incertezas quanto ao próprio fu­turo e do filho acompanham-na.

Dois anos depois, os oito cul­pados foram condenados a 15 anos de prisão. Ainda assim, a dor da viúva de Mido Macie não cessa. “Mesmo que os polícias sul-africanos fiquem presos por toda a eternidade, nada devol­verá a vida do meu marido”. É assim que a jovem viúva respon­deu, quando questionada se a justiça foi feita.

A mulher sem marido é viúva. Marido sem esposa é viúvo. Fi­lhos sem pais são órfãos. Qual é o nome que se dá a pais que per­dem um filho? Mido Macie era o quarto filho, de um total de 10, do casal Jossefa e Joana Macie.

“Não tenho palavras para des­crever o meu sentimento.

Mesmo agora, é difícil explicar o que estou a sentir, por lembrar como tudo aconteceu. A dor é enorme é complicado saber que seu filho esta trabalhar, falar com ele de noite e na manha seguinte ser informada que morreu” refeiru a mãe do Mido.

O jovem taxista era o garante do sustento da família. Por via disso a sua irmã mais nova Rute Macie, revela que  a vida ficou mais difícil desde que Mido Macie perdeu a vida. Mido macie tinha 27 anos quando perdeu a vida apos ser amarado por cerca de 400 metors numa estrada alcatroada, em joannesburg.

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *