Britalar vai reembolsar parte do valor usado na av. Julius Nyerere

Loading...

A Britalar, empresa portuguesa que esteve envolvida na reabilitação do prolongamento da avenida Julius Nyerere, em Maputo, cujo contrato foi cancelado em consequência da má qualidade das obras, vai devolver parte do dinheiro usado, ao Município de Maputo e ao Banco Mundial.

A informação foi avançada, esta quinta-feira, pelo Presidente do Município de Maputo, David Simango, após a inauguração da via, com cerca de 4km, ligando a Praça do Destacamento Feminino e a Praça dos Combatentes.

David Simango referiu que a devolução de uma parte dos cerca de sete milhões de dólares vai resultar da negociação em curso.

O edil de Maputo não especificou o montante que deverá ser devolvido pela Britalar aos financiadores da obra.

A reabilitação do prolongamento da Avenida Julius Nyerere, destruída no ano dois mil na sequência de fortes enxurradas, iniciou em 2012 e custou mais de catorze milhões de dólares.

RM

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *