Republicanos querem que justiça acuse Hillary Clinton por perjúrio

Republicanos querem que justiça acuse Hillary Clinton por perjúrio

 

Os presidentes do Comité Judicial e do Comité de Vigilância da Câmara de Representantes dos Estados Unidos pediram hoje ao Departamento de Justiça que investigue Hillary Clinton por perjúrio para determinar se mentiu ao Congresso.

As provas recolhidas pelo FBI durante a sua investigação sobre o uso do sistema de correio eletrónico pessoal por parte da antiga secretária de Estado Clinton parecem contradizer diretamente vários aspetos da sua declaração jurada (perante o Congresso)”, indicaram os congressistas republicanos, Bob Goodlatte e Jason Chaffetz.

A polémica criada com o correio eletrónico de Hillary Clinton começou no início de 2015, quando a imprensa noticiou que a antiga secretária de Estado utilizou, durante os seus quatro anos no Departamento de Estado, uma conta de correio eletrónico pessoal para comunicar.

Hillary Clinton reconheceu que poderia ter sido “mais inteligente” utilizar uma conta oficial e entregou em outubro passado 55.000 páginas de correios eletrónicos, durante o período em que esteve no Departamento de Estado, que foram publicados mensalmente até 29 de fevereiro.

O FBI recomendou a semana passada que Hillary Cliton não deve ser condenada por ter utilizado a sua conta de email pessoal, mas o diretor da polícia federal norte-americana considerou o ato como “extremamente descuidado”.

O Departamento de Justiça aceitou as recomendações do FBI e não apresentou qualquer acusação contra Hillary Clinton.

Para os republicanos, existe uma contradição entre a declaração de Hillary Clinton ao Congresso, nomeadamente quando foi questionada sobre o envio de informação classificada pela sua conta de email pessoal e as conclusões do FBI.

“Por causa daquelas contradições, o Departamento de Justiça deve investigar e determinar se deve processar Hillary Clinton por violar os estatutos que proíbem declarações de perjúrio e falso testemunho ao congresso”, acrescentam os congressistas.

Noticias ao minuto

Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *