Cidadão mata filho de 3 meses para “poder ser rico” – SOFALA

Loading...

A polícia deteve, esta quarta-feira no distrito de Marromeu, em Sofala, um cidadão que matou o seu próprio filho de três meses para extracção de órgãos, através dos quais acreditava poder ser tradicionalmente tratado, para obter riqueza.

Trata-se de um indivíduo de trinta e seis anos de idade residente na localidade de Nensa, que segundo o oficial das relações públicas no comando da PRM Sofala, teria assassinado o menor numa mata.

Marito John Peralto explicou que o indicado confessou o crime, tendo referido que fê-lo a mando de um curandeiro que o teria pedido para que matasse a criança para facilitar o tratamento.

RM

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *