Académicos, religiosos e sociedade civil consideram inoportuna realização de manifestação contra custo de vida e dívida pública

Loading...

Académicos e sociedade civil não concordam com a realização da manifestação de repúdio ao custo de vida e a divida pública, projectada para o sábado na cidade de Maputo.

A Rádio Moçambique colheu este sentimento partilhado em Xai-xai, Beira e Inhambane.
Os entrevistados argumentam que o custo de vida é derivado da conjuntura internacional, aliada aos ataques da Renamo e enaltecem os passos até aqui dados no esclarecimento da questão da dívida pública.
Da cidade de Maputo, religiosos e analistas políticos, também consideram de infundadas as alegações para a convocação da marcha de repúdio ao custo de vida, à dívida pública e a situação político-militar. RM

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *