Robert Mugabe acusa ocidente de destabilizar África Austral

Loading...

O PRESIDENTE do Zimbabwe, Robert Mugabe, lançou duras críticas aos países Ocidentais, afirmando que estes têm como agenda financiar a desestabilização da região da África Austral, segundo noticiou ontem o jornal zimbabaweano The Standard.

“Os mestres estão dando enormes somas de dinheiro para provocar conflitos e instabilidade na região. O seu objectivo é substituir os movimentos de libertação com regimes fantoches maleáveis que agradam as suas necessidades, porque eles já perceberam que as nossas políticas orientadas para a população são uma ameaça para os seus interesses económicos”, disse.

Mugabe fez esta declaração no sábado quando discursava na Assembleia Nacional da Liga da Juventude da Zanu-PF na sede do partido em Harare, logo depois de chegar de uma visita privada ao Dubai.

O estadista zimbabweano acusou ainda os países ocidentais de tentarem derrubar o seu Governo, através de violentos protestos que têm abalado o seu país nas últimas semanas. Os manifestantes pedem que ele renuncie ao poder. Mugabe, 92 anos, está no poder desde 1980, ano em que o país conquistou a independência da Coroa Britânica.

De acordo com o New Zimbabwe, Mugabe disse que a oposição do país estava usando fundos do Ocidente para desestabilizar o país.

“Eles querem tornar o país ingovernável. Eles querem impor a sua agenda anti-democrática para remover um Governo constitucionalmente eleito. Eles querem eleições agora, mas o que há de errado com 2018, altura em que elas deverão ter lugar? Mesmo que tivessem lugar agora, iriam ganhá-las?” questionou Mugabe.

No mesmo discurso, o Presidente do Zimbabwe fez aviso ríspido e ordenou os juízes a não darem permissão aos protestos.

Mugabe teria descrito como “negligentes e imprudentes” os juízes, que nas últimas semanas têm autorizado manifestações políticas no país.

“Os nossos tribunais e juízes devem compreender isto bem. Não se atrevam a ser negligentes nas suas decisões sobre os pedidos que são feitos por pessoas que querem se manifestar. Certamente, devem tomar nota do facto de que a missão é clara e deliberada no sentido de provocar a violência. Não podemos permitir que isso continue sem ser impedido. Basta”, disse Mugabe, citado pelo jornal The Standard.

Jornal Noticias 

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *