Chefe de posto policial morto por homens armados da Renamo em Nampula

Um grupo de homens armados da Renamo, o maior partido da oposição em Moçambique, assassinou cerca das 05h00 da manhã de hoje o chefe do posto policial de Iulute, distrito de Mogovolas, na província setentrional de Nampula.

Segundo o porta-voz do Comando Provincial da PRM em Nampula, Zacarias Nacute, o grupo era composto por dez homens da Renamo, que trataram de abandonar rapidamente a região devido a rápida intervenção das forças de manutenção da lei e ordem.

“A polícia registou o assassinato, a tiro, do chefe do Posto Policial de Iulute, perpetrado pelos homens armados da Renamo. No momento em que ocorreu o facto, o agente deslocava-se em direcção à sua residência. Porém, no caminho foi abordado por homens da Renamo que acabaram o alvejando mortalmente”, explicou.

“No momento em que os homens efectuaram os disparos, um dos tiros acabou matando o chefe da corporação daquela região, os outros membros operativos que se encontravam em serviço na altura ripostaram e os homens armados da Renamo acabaram empreendendo fuga, não tendo sido possível neutralizar nenhum deles”, acrescentou.

Nacute, que falava em conferência de imprensa havida na tarde desta quinta-feira, disse que já foi mobilizada uma equipa da PRM no sentido de manter a ordem e tranquilidade públicas, face aos ataques registados naquela região.

Segundo o porta-voz não há registo de outras vítimas.

Entretanto, a PRM reitera o seu apelo à população para denunciar acções criminosas registadas nos seus bairros, bem como a movimentação de pessoas estranhas e presença de homens armados da Renamo.

Refira-se que na última semana de Agosto homens armados da Renamo atacaram o posto administrativo de Nihessiue, no distrito de Murrupula em Nampula.
(AIM)
Albino Abacar (colaboração) /sg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *