Negócio da China vitimou mais de 10 mil pessoas

Loading...

Mais de 10 mil pessoas estão envolvidas no negócio ilegal de venda de dinheiro na cidade de Maputo

A Procuradoria da Cidade de Maputo citada pela TVM não revelou os montantes envolvidos, mas adiantou que o processo está ainda em fase de instrução preparatória.

De referir que a suposta instituição financeira denominada Associação de Crédito Ajuda Mútua que, diariamente, movimentava mais de dois milhões de meticais, funcionava ilegalmente na cidade de Maputo.

A associação recebia fundos de cidadãos, no valor mínimo de vinte mil meticais e, passados trinta dias, os depositantes recebiam juros de trinta por cento do capital investido.

Esta associação funcionava na Rua João Carlos Raposo Beirão, casa número 456, em frente ao Hospital Central de Maputo.

Na altura, o Banco de Moçambique disse que a instituição não estava licenciada, pelo que, a actividade que exercia era criminosa.

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *