Nyusi estará presente no velório de Jeremias Pondeca

Loading...

Depois de os esquadrões da mortes já terem feito várias vítimas

Realiza-se na manhã de hoje, quarta-feira, nos Paços do Conselho Municipal da cidade de Maputo, o velório de Jeremias Pondeca, membro do Conselho de Estado, por parte da Renamo, e da Comissão Mista que prepara o encontro entre o Presidente da República, Filipe Nyusi, e o presidente da Renamo, Afonso Dhlakama.

A cerimónia fúnebre de Jeremias Pondeca – que foi assassinado por esquadrões da morte na manhã do passado sábado na zona da praia da Costa do Sol – terá a presença dos membros do Conselho de Estado, incluindo Filipe Nyusi. Esta é a primeira vez que Filipe Nyusi assume alguma posição depois de um assassinato cometido pelos esquadrões da morte. Nas anteriores situações de assassinatos por encomenda política, Nyusi não se pronunciou, mesmo quando os esquadrões da morte tentaram, por duas vezes, assassinar Afonso Dhlakama.

Desta vez, Nyusi está sob pressão da comunidade internacional, que se manifesta incomodada com a forma como o regime está a lidar com a Renamo, através de assassinatos dos seus membros influentes. Existe a opinião de que o assassinato de Jeremias Pondeca visa forçar a Renamo a abandonar as negociações para se intensificar a caça a Afonso Dhlakama e aos seus colaboradores, revitalizando a chamada “solução angolana”.

Fontes da Presidência da República, na tarde de terça-feira, deram a conhecer ao CANALMOZ que Filipe Nyusi estará presente por volta das 11h00 nos Paços do Conselho Municipal da cidade de Maputo, para dirigir as cerimónias.

Segundo as mesmas fontes, Nyusi, antes disso, por volta das 8h00, deverá dirigir a cerimónia de recepção de cartas credenciais de novos embaixadores a serem acreditados na República de Moçambique.

A cerimónia fúnebre de Jeremias Pondeca terá também a presença dos membros da Comissão Mista das negociações, dos mediadores internacionais, do Corpo Diplomático, de deputados da Assembleia da República e de membros e simpatizantes da Renamo.

Em comunicado emitido na segunda-feira, o Conselho do Estado condenou a morte do Jeremias Pondeca.

Segundo soube o CANALMOZ, Jeremias Pondeca, na qualidade de membro do Conselho de Estado, terá honras militares durante o velório de hoje e no funeral.

Depois do velório, o cortejo fúnebre vai partir para o povoado de Ndolene (no posto administrativo de Chidenguele, no distrito de Manjacaze, província de Gaza), terra natal de Jeremias Pondeca, onde será realizado o funeral amanhã, quinta-feira, 13 de Outubro às 10h00. (Bernardo Álvaro)

Canal Moz

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *