MAPUTO: Alunos da Escola Primária completa da Liberdade são obrigados a levar velas e lanternas para puderem realizar avaliações provinciais

Loading...

A crise financeira bateu à porta e já entrou em algumas Instituições de ensino no nosso pais, na semana passada publicámos uma notícia que dava conta de que o Hospital Distrital de Nacala Porto e Centro de Saúde da Machava-sede, estavam sem dinheiro para pagar energia e sem combustível nas ambulâncias, a mesma situação afectou a Escola Primaria completa da Liberdade, na periferia da cidade de Maputo, os alunos do curso nocturno, foram obrigados a levarem velas e lanternas para puderem realizar avaliações provinciais, o aviso fui lançado ontem pelos professores.

 

É muito triste, e depois andam a publicar que a CAHORA É NOSSA, hoje não conseguimos fazer AP de Português e AP de História dizem que a escola não tem dinheiro para comprar a energia eléctrica, recebemos uma informação de que cada aluno deve trazer velas e lanternas amanha para fazermos avaliações de Inglês e Química, contou uma aluna em condição de anonimato, citado pelo INFROMOZ.
O uso de velas e lanternas nas salas de aulas foi uma das formas que Direcção da Escola encontrou para garantir para a realização de outras avaliações naquela Escola.
A gravidade da situação financeira continua a ser pouco falada e as autoridades esforçam-se a dar uma imagem de estar tudo controlado, contudo, ao nível de todas as instituições do Estado, há indicações claras de que a crise já é uma realidade.

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *