Tréguas ou simulação de emboscadas mútuas?

Loading...

Tréguas ou simulação de emboscadas mútuas? vamos a análises do que nos interessa para alcançar à paz efectiva!

Se haver uma seriedade transparente da parte da Frelimo e o seu Governo em relação à suspensão da operação savimbinista para eliminar Dlhakama! O PIMO e os seus simpatizantes de orientação construtiva, prevê uma solução excelente e duradoira, ao estilo de Mandela e Buthalezi, na África do Sul!

Parabéns ao Presidente Nyusi, pois sem nenhum dispositivo constitucional que habilita Dlhakama de proferir à VOZ DE COMANDO para os Comandantes das Forças Governamentais obedecerem uma ordem de cessar fogo, à partir da voz de um líder rebelde que combate às FDS! O Comandante em Chefe das FDS da República de Moçambique, tem delegado os seus poderes ao Líder da Renamo, como mais uma demonstração de boa vontade do exercício da partilha de Poder, mesmo antes de um acordo formal para a Cessão final das Hostilidades!

Esse gesto de Nyusi, prova uma grande vontade política do Governo de Moçambique, para alcançar um acordo baseado numa confiança mútua entre Dlhakama e Nyusi!

Gostaríamos de pedir à Renamo e o seu Líder para retribuir esse gesto do Governo Moçambicano, cedendo à exigência de governar às 6 Províncias, à partir dos dados eleitorais de 2014, deixando essa exigência à mercê da revisão da Constituição da República que deverá acomodar o direito de Governar às Províncias ao Partido que vier a ganhar eleições em cada círculo eleitoral à partir das próximas eleições de 2019!

Nas presentes negociações, a Renamo e o seu Líder deveriam ganhar o direito de propor ao Chefe do Estado uma lista de figuras ministeriais para assumirem os cargos ministeriaveis inerentes às FDS!

Este ensaio do Presidente Nyusi, de partilhar declarações públicas sobre às tréguas, seria um grande gesto para à construção de uma confiança sobre à Segurança Física do Líder da Renamo que daí em diante, à mesma Segurança de Afonso Dhlakama, passaria a ser assumida pelas FDS, cujo efectivos dos seus homens residuais integrarão às Forças Republicanas, no âmbito da construção de um único exército e polícia do Estado moçambicano!

Estamos atentos para ver até que ponto os Comandos das FDS, não vão violar esse pacto de entendimento mesmo à margem do Nyusi, como sempre nos habituaram ao exemplo da vergonhosa operação relâmpaga do cerco da residência do Líder da Renamo, nas Palmeiras no dia 9 de Outubro de 2015!

PIMO – Bloco de Orientação Construtiva

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *