Isabel dos Santos esclarece: ” Comecei o meu negócio vendendo Carro”.

Loading...

A empresária angolana, Isabel dos Santos fez as declarações durante uma conferencia sobre África 2017 realizada na London School of Economics, em Inglaterra.

Considerada a mulher mais rica de África, Isabel Santos rejeitou, uma vez mais, a ideia de que teve a vida facilitada por ser filha do Presidente de Angola.

Sem fugir à pergunta directa de um dos estudantes que quis ouvir o que Isabel dos Santos tem a dizer sobre as alegações de que tem beneficiado de dinheiros públicos para desenvolver os seus projectos privados, a empresária recuou até 1994 para explicar a forma “muito, muito difícil” como lançou, em parceria com um amigo, a sua primeira firma.

“Não se começa um negócio em grande, isso não existe”, introduziu Isabel dos Santos.

“Comecei por vender o meu carro. Tinha cerca de 30 mil dólares nos bolsos”, detalhou a hoje bilionária, acrescentando ainda que precisou de um sócio para dar os primeiros passos:

“Juntei-me a um amigo que também entrou com algum dinheiro”. Segundo a empresária, a parceria, iniciada num negócio de distribuição de bebidas que depois evoluiu para uma firma de logística, demorou a produzir resultados, face às dificuldades de uma época de “desbancarização”. “Levámos seis anos até conseguirmos chegar a algum lado, e era terrível porque não havia bancos.

Fazer crescer os negócios era difícil e muito orgânico”, salientou a também presidente da Sonangol, congratulando-se com a evolução entretanto verificada no sistema financeiro africano.

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *