Nini Satar preso em Bangkok

Loading...

Um moçambicano foi preso em Bangkok por supostamente planejar crimes, incluindo assassinato e sequestro em sua terra natal e em outras nações africanas.

Momade Assif Abdul Satar, de 35 anos, é acusado de sequestrar pessoas e exigir resgates de até 100 milhões de dólares – e matar os raptados se o resgate não fosse pago.
“Autoridades moçambicanas disseram que o suspeito ordenou o sequestro de mais de 50 empresários que visitaram Moçambique nos últimos três anos”, disse o sub-general da Polícia de Turistas, major-general Surachate Hakpal, no domingo.
Ele disse que um gangue liderado por Satar supostamente matou e prejudicou autoridades moçambicanas e suas famílias. O promotor público que ordenou sua acusação foi baleado na cabeça 16 vezes.
Surachate disse que os Estados Unidos entraram em contacto com a Tailândia sobre o mandado de prisão de Satar, que fugiu de seu país há três anos.
“Moçambique pediu a ajuda de um escritório do Departamento Federal de Investigações dos EUA na África e o escritório do FBI em Bangkok foi alertado”, disse ele. A Divisão de Polícia Turística recebeu então um relatório sobre Satar.
Sua investigação revelou que Satar entrou na Tailândia com o nome de Sahime Mohammad Aslam há três anos. Ele foi preso em 25 de julho em um hotel de luxo em Bangkok. Ele foi incapaz de apresentar um passaporte e supostamente ofereceu um suborno em troca de sua liberdade.
Impressões digitais confirmaram que ele é o suspeito procurado por Moçambique, disse Surachate. “Vamos deportá-lo na próxima semana e impedir que ele volte a entrar.”
Ele acrescentou que as autoridades investigariam pessoas que trabalhavam para o Satar na Tailândia.

The Nation(Tailândia) – 29 de julho de 2018

(Tradução automática)

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *