A Procuradora Elivera Dreyer diz que a detenção do deputado moçambicano é legal e que toda documentação tem validade

Loading...

Após mais de 30 minutos em que o Ministério Público e a defesa de Manuel Chang estiveram a esgrimir argumentos, a juíza Sagra Subrayen acaba de pedir uma pausa na audição para analisar a documentação.

É que após pedir 24 horas para preparação, a procuradora Elivera Dreyer veio defender que a detenção do deputado moçambicano é legal e que toda documentação tem validade. Ontem, a defesa defendia que Manuel Chang não deve ser extraditado, pois o primeiro documento enviado pela justiça norte-americana às autoridades sul-africanas pedia apenas a sua detenção. Porém, o Ministério Público revelou que o mesmo documento citado pela defesa dizia que o pedido de extradição seria enviado depois, facto que veio a acontecer.

A procuradora Elivera Dreyer diz ainda que o pedido de extradição de Manuel Chang enviado a posterior pelos EUA cumpre com todos os requisitos exigidos pela justiça sul-africana.

A defesa continua a insistir que a detenção é ilegal. Dentro de pouco tempo a juíza Sagra Subrayen deverá regressar à sala de sessões para dar continuidade à audição.

 

Opais 

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *