Caso de falsificação de passaporte envolvendo Nini Satar vai amanhã a julgamento

Loading...

Segundo o despacho de pronúncia a que O País teve acesso, são no total três arguidos que vão a julgamento esta terça-feira, nomeadamente Momade Abdul Satar, mais conhecido por Nini Satar, Sahim Mommad Aslam e Sidália Esmeraldo dos Santos.

À data dos factos afuncionária do Serviço Nacional de Migração responsável pelo Sector de Produção de Passaportes Biométricos, Sidália Esmeraldo dos Santos teria facilitado passaportes biométricos a vários cidadãos, incluindo a Momade Abdul Satar, mais conhecido por Nini Satar.

Já Salim Mommad Aslam é acusado de ter sido a pessoa que pediu a emissão de passaporte biométrico contendo os seus dados de identificação civil e autorizou que no mesmo constasse a fotografia de Nini Satar.

Assim, tanto Nini Satar como Sahim Mommad Aslam vão responder pelos crimes de Uso de documento de viagem falso e Uso de nome falso.

A arguida Sidália Esmeraldo dos Santos vai responder pelos crimes de Falsificação de passaportes por servidor público, Corrupção passiva para actos ilícitos e Uso de documento de viagem falso, neste último como cúmplice.

Por questões de segurança, o julgamento irá decorrer na Penitenciária de Máxima Segurança, vulgo BO, e Nini Satar terá uma equipa de advogados constituída por Flávio Menete, actual Bastonário da Ordem dos Advogados de Moçambique e Damião Cumbane.

OPAIS

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *