Tribunal Supremo aceita extradição do cidadão paquistanês para EUA

Loading...

O colectivo de juízes entende que não há elementos que impeçam que o réu seja extraditado para os EUA, até porque o crime de que é acusado (tráfico de drogas) também é punido em Moçambique.

Os EUA garantiram ao Estado Moçambicano que não será aplicada a prisão perpétua ao réu e nem a pena capital. Assim, a ser condenado, sua pena poderá variar entre 05 a 40 anos de prisão.

O advogado do Tanveer Ahmed diz que o tribunal tomou a decisão que achou justa em função dos documentos analisados. Mas há espaço para recurso caso o extraditando recuse ser julgado nos EUA.

Opais

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *