Momad Abdul Satar (Nini) condenado a 1 ano de prisão

Loading...

O Tribunal judicial de Ka Mpfumu,na cidade de Maputo, condena a pena de um ano de prisão a Momad Abdul Satar, mais conhecido por Nini.

A condenação de Nini surge por ter sido comprovada a sua participação no crime de falsificação de passaporte que lhe permitiu sair do país a 10 de Janeiro de 2015, violando a liberdade condicional que lhe tinha sido concedida pela justiça, depois de cumprir treze anos e meio de prisão por envolvimento no assassinato do jornalista Carlos Cardoso.

A pena de Nini Satar deverá ser substituída por uma multa de taxa diária de 10 por cento do salário mínimo em vigor na função pública e oitocentos meticais de imposto de justiça.

Na mesma sentença, que foi lida na Cadeia de Máxima Segurança, vulgo BO, na província de Maputo, o Tribunal judicial de KaMpfumo, decidiu absolver Sahim Mommad Aslam, sobrinho de Nini e Cidália Esmeralda dos Santos, funcionária da Migração.

Jacinto G. Manusse

É um Empreendedor e Consultor de Marketing Digital que dedica a sua vida à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade, contando já com alguns dos mais reconhecidos blogs em Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *